8.6.09

Asian Kung Fu Generation - 十二進法の夕景

Separei algo bem legal para o post de hoje, é o clip de uma banda que gosto muito, inclusive fiz uma discreta menção dela aqui. A banda japonesa Asian Kung-Fu Generation é composta por 4 integrantes: Masafumi Gotoh - vocal, guitarra; Kensuke Kita - guitarra, vocal; Takahiro Yamada - baixo, vocal; Kyoshi Ijichi - bateria.
O clip que escolhi é bem criativo, passa uma mensagem de tempo, de algo que não volta mais, a combinação das cores para o cenário é perfeita, basicamente cinza e verde. Não sei qual é a simbologia dessas cores no japão, mas pelo menos para mim elas se contrastam, enquanto o verde demonstra esperança, vivacidade, o cinza traz algo melancólico, sombrio. O nome da música é 十二進法の夕景 ou "Juuni shinhou no yuuke" em romanji.

14.5.09

Tabela Periódica Tipográfica

Certamente quem já terminou o Ensino Médio se lembra bem ou tem uma vaga lembrança da Tabela Periódica. Como o meu caso é o último, não estou aqui para falar dela, mas sim de uma Tabela Periódica Tipográfica:

[clique AQUI para ver a imagem ampliada]

Ela foi feita pelo Designer Cam da Squid Spost e é composta por 100 fontes mais populares, influentes e notórias atualmente, e está agrupada categoricamente por famílias e classes de fontes. Cada célula contém o designer, o ano em que foi criada e um ranking de 1 a 100 que ele criou baseado em sites pesquisados.

Bem mais amigável que aquela das tenebrosas aulas de Química, pelo menos para nós, designers - rsrs. Dá até vontade de imprimir e por na parede do quarto, certamente farei isso assim que possível!

19.4.09

Como Não Fazer Um Bom Briefing

Explicando de forma simplificada, briefing é a troca de informação entre pessoas. É uma forma de organizar a passagem de determinada informação. Um bom briefing é o passo inicial para o sucesso. Não é tão fácil como parece, é preciso determinar o que é certo ou não, se é aplicável ao contexto, saber o público alvo entre tantos outros itens. A falta de conhecimento ou imposição da agência durante as reuniões pode gerar um resultado desastroso ou cômico, como no caso seguinte:

11.4.09

Zeebo


Estava pensando sobre o que rabiscar aqui, minha postagem anterior foi sobre a admiração que tenho sobre aquela terrinha chamada Japão, então como boa patriota que sou, falarei sobre um vídeo game totalmente brasileiro. Se você é ligado em tecnologia, games, certamente Zeebo é uma palavrinha conhecida.

Este é o nome do console fabricado pela empresa Tectoy, juntamente com a QualComm, empresa americana. Desenhado na Califórnia, esse superprotejo é resultado do trabalho de verdadeiras feras no desenvolvimento de games e plataformas de sete países: Israel, China, França, Argentina, Japão, Estados Unidos e, claro, Brasil.

O Zeebo, descarta o uso de cartuchos ou DVDs, você baixa os jogos diretamente para o seu console pela rede sem fio ZeeboNet 3G e sempre que houver uma nova funcionalidade o console será atualizado automaticamente, sem nenhum custo adicional.

Ele consta com 4 entradas USB, 2 na frente para controles e 2 atras, sendo uma delas uma mini-usb para uso exclusivo da Assistência Técnica. Possui uma entrada de Cartão de Memoria SD que possibilita ver fotos, vídeos e ouvir musicas no ZEEBO diretamente pelo Cartão.

Sua conexão com a TV será feita através de cabo A/V., ele constara com uma memoria interna de 1GB, para armazenamento dos jogos e um processador capaz de gerar gráficos com até 4 milhões de triângulos / segundo, terá suporte de áudio até 8 canais simultâneos em formatos MP3, ADPCM, MIDI e sua resolução máxima será de 640x480 pixels .

Fico muito contente em ver nosso país criando seu próprio game e abrindo portas para desenvolvedores independentes, cerca de 90%. Imagine você jogando um RPG em português que envolva a história do Brasil, ou um jogo de aventura pelo amazonas, de surf em Guarujá ou skate em Curitiba. Acho isso muito importante, é um grande passo que damos rumo ao desenvolvimento que tanto desejo.

Dê uma olhadinha no blog Zeeblog, ou no site Zeebo e saiba mais sobre jogos, sistemas de créditos, etc.

26.3.09

País do Design

Assim vejo o Japão. Essa terrinha do outro lado do mundo é grande em criatividade e criação. São apreciadores da arte em todos os aspectos. A primeira vez que vi um show de banda japonesa fiquei encantada com a educação e o respeito deles com o grupo musical, durante a apresentação não se ouvia qualquer barulho que não fosse da banda, exceto nos momentos de descontração em que os músicos conversavam com o público, foi incrível! Pude ouvir as guitarras, baixo, bateria e vozes, que por sinal estavam perfeitamente timbrados. O pessoal estava ali pra curtir o som, foi emocionante!


E quanto a moda!? Ah... Se eu pudesse, me vestiria como as meninas de lá! Às vezes passo horas babando nos modelitos delas. E os cabelos!? Cada um mais bonito que o outro! Isso é kawaii, fofinho! Amo isso!


Eu não poderia deixar de falar um pouquinho sobre animes né!? Há quem diga: "detesto desenho japonês". Creio que essas pessoas só assistiram desses dublados e cheios de corte que passam na TV. Não conheço outro desenho que transmita mais emoções que os animes, as expressões nos desenhos são tão características que é fácil identificar se o anime é legítimo ou se é cópia, como nossos "irmãos" norte-americanos costumam fazer, por exemplo: Avatar e Teen Titans.

[One Piece]

Pra finalizar dêem uma olhadinha nesse Ipod (buta, neko/porco, gato) que encontrei:


Isso é tão kawaii!! Me corrijam se não for Ipod -.-"

Eu quero muito que um dia o Brasil chegue a este nível de respeito e admiração pela arte. Que nós possamos desenvolver nossos produtos, que eles fujam do comum, sejam únicos! Assim, pessoas de outras culturas nos identificaram por nossa criatividade singular. Só assim passaremos do país da bunda e futebol para o país da arte, do design.